Um milagre impressionante

Olá a todos!
Eis a ideia para vocês refletirem ao longo da semana: “um milagre impressionante”.

Como no próximo dia 12 de outubro vamos comemorar os 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, gostaria de relatar um milagre descrito no livro “Milagres” do jornalista Rodrigo Alvarez, correspondente hoje da Globo em Berlim.

Este jornalista esteve estudando por meses e meses toda a história de Aparecida, tendo acesso inédito, exclusivo e irrestrito aos arquivos de Aparecida. Com sua equipe de pesquisa, e apoio incansável de padres e funcionários do santuário, vasculhou mais de 4 mil relatos na Sala das Promessas. Revirou documentos e fez entrevistas minuciosas com dezenas de brasileiros.

O milagre que gostaria de relatar é realmente impressionante. Nunca vi coisa igual. Logo depois do lançamento do livro “Milagres”, Rodrigo Alvarez foi até o programa da Ana Maria Braga e lá fizeram uma entrevista com o Daniel Brito que foi agraciado com este milagre incrível.

Este milagre ocorreu no dia 16 de dezembro de 2013. Daniel Gomes Brito saiu de sua casa com sua moto, com o capacete devidamente posto na cabeça, para trabalhar e no momento que ia ultrapassar um caminhão de mudança, sem prévio aviso, o caminhão entrou à esquerda para pegar uma rua perpendicular.

Quando Daniel se deu conta que ia se chocar contra o caminhão, começou a gritar desesperado: Para, para!!!… Ao ver que ele não parava, na hora do choque gritou a Nossa Senhora Aparecida pedindo socorro.

Daniel foi parar debaixo do caminhão e a roda foi arrastando sua cabeça por 30 metros ficando seu capacete parecendo uma uva passa. Logo as pessoas se juntaram para ver aquilo e diziam: coitado… morreu na hora, a roda esmagou a cabeça dele!…

Mas eis que na hora que Daniel gritou a Nossa Senhora Aparecida, viu um vulto branco de uma mulher pegando-o no colo. De repente se viu de pé e olhando para o seu corpo morto estendido no chão com a cabeça esmagada e as pessoas ao redor do caminhão comentando o acidente. Logo em seguida, conta que esta senhora o deixou deitado no chão debaixo do caminhão exatamente na posição que costuma dormir. Em seguida, Daniel se levantou completamente ileso, para espanto dos curiosos.

Um pouco depois chegou um policial para fazer o boletim de ocorrência. Começou a fazer a ficha de Daniel e, em determinado momento pediu a data do seu nascimento. Daniel respondeu: 15 de junho de 1983. Nesta hora o policial corrigiu: não, você nasceu hoje, dia 16 de dezembro de 2013.

É bonito ver a história da família de Daniel e da sua mãe Jovenice que reza todos os dias a Nossa Senhora pedindo proteção para os seus filhos.

Hoje o capacete de Daniel está exposto na Sala das Promessas ou Sala dos Milagres em Aparecida.

Que este milagre impressionante sirva para aumentar a nossa fé em Nossa Senhora Aparecida. Costumo dizer que todo “encontro” com Nossa Senhora é precedido por um momento de “santo desespero”. Todos aqueles que “encontram” no fundo do seu coração a Deus, Nossa Senhora, são pessoas que passaram por um momento de “santo desespero” e encontraram os braços carinhosos desse Pai ou dessa mãe que é a Virgem Santíssima e que estão sempre à nossa espera para nos ajudar, para nos proteger. No documentário “Terra de Maria”, por exemplo, vemos pessoas que num momento de angústia, por uma dor espiritual ou física, recorreram a Nossa Senhora do fundo do seu coração e a encontraram e foram curadas das suas doenças.

Para ver o relato do Daniel no programa da Ana Maria Braga, veja aqui (começa no minuto 3,5):
https://globoplay.globo.com/v/6030745/programa/

Para ver o Globo Repórter sobre os 300 anos de Aparecida, veja aqui:
https://globoplay.globo.com/v/6201109/

Para ver o documentário “Terra de Maria”, veja aqui:
https://www.netflix.com/br/title/80101317

Uma semana abençoada a todos!

Padre Paulo M. Ramalho
falar.paulo@gmail.com
www.fecomvirtudes.com.br
https://www.facebook.com/FeComVirtudes?ref=hl
*********************************************
Padre Paulo M. Ramalho – Sacerdote ordenado em 1993. Cursou o ensino médio no colégio Dante Alighieri. Engenheiro Civil formado pela Escola Politécnica da USP; doutor em Filosofia pela Pontificia Università della Santa Croce. Atende direção espiritual na igreja Divino Salvador, Vila Olímpia, em São Paulo.