Semana Santa

Olá todos!

Eis a ideia para vocês refletirem ao longo da semana: “a Semana Santa”.

Como muitos de vocês sabem ontem começou a Semana Santa. E como é a semana mais importante do ano para nós católicos, pensei em falar sobre ela.

O que a igreja nos recomenda fazer na Semana Santa? Recomenda-nos “acompanhar os passos de Cristo” e assim tirarmos muitos frutos para a nossa vida espiritual.

A Semana Santa é a última semana que Jesus viveu sobre a terra. E a igreja procura nestes dias viver estes últimos acontecimentos através das celebrações litúrgicas.

Assim a Semana Santa começa com o Domingo de Ramos que foi o último domingo que Jesus passou sobre a terra. Neste dia Ele entrou sentado num burrinho na cidade de Jerusalém e foi aclamado pelo povo com os ramos das árvores. Daí neste dia realizar-se a famosa “procissão de ramos” antes da missa.

Da segunda-feira até quarta-feira Jesus passará a maior parte do tempo fazendo as suas últimas pregações no Templo de Jerusalém.

Na quinta-feira, conhecida como Quinta-Feira Santa, houve a famosa “Última Ceia” onde Jesus se levantou para lavar os pés dos Apóstolos. Daí esta cerimônia ser conhecida como “Lava-pés”. No entanto, nesta ceia Jesus não só lavou os pés dos Apóstolos como também instituiu a Eucaristia e o Sacerdócio.

Após a cerimônia da Quinta-Feira Santa, todas as hóstias consagradas são colocadas num lugar especial chamado Monumento. Faz-se isto, pois Jesus após a Última Ceia foi preso no Horto das Oliveiras e ficou sozinho durante toda aquela noite. O costume que se tem é de recolher todas as hóstias consagradas e colocá-las neste Monumento em sinal de tristeza pela prisão de Jesus. E para fazer-lhe companhia faz-se uma vigília ao Monumento que vai desde o fim da cerimônia da quinta-feira até o início da cerimônia de sexta-feira. Que bom seria se vocês se programassem para fazer um tempo de vigília diante do Monumento neste período entre quinta e sexta-feira!!!

Na sexta-feira, conhecida como Sexta-Feira Santa, Jesus é julgado, flagelado, coroado de espinhos e crucificado. Por isso, o costume é de realizar uma cerimônia às 15hs da tarde, hora em que Jesus morreu na Cruz (às vezes é um pouco depois), onde se recordam todos estes acontecimentos.

Da sexta-feira até a madrugada de domingo a igreja fica em luto pela morte de Cristo. E logo se criou o costume de fazer uma celebração à meia-noite do sábado, conhecido como Sábado Santo, onde se comemora a ressurreição do Senhor. Em muitas igrejas esta cerimônia é feita mais cedo. É uma cerimônia belíssima onde toda a igreja começa às escuras. Esta cerimônia vale pelo domingo.

No domingo celebra-se a festa mais importante do ano: a Páscoa ou Ressurreição do Senhor. A alegria da ressurreição de Jesus é tão grande que a igreja diz que devemos celebrá-la nos cinquenta dias seguintes.

No domingo de Páscoa há uma bênção importantíssima dada pelo Papa às 12h de Roma: a Bênção Urbe et Orbe. Esta bênção pode lucrar indulgência plenária, apagar as manchas de todos os nossos pecados, caso façamos as obras que acompanham a indulgência. Não percam esta indulgência!!!

Façamos o propósito de assistir as cerimônias da Semana Santa e assim acompanharmos os passos de Cristo. E que contemplando os seus passos a cada ano tiremos novos frutos para a nossa vida espiritual, pois a Paixão de Cristo é escola de inumeráveis frutos.

Uma santa Semana Santa a todos!

Pe. Paulo