Oração para a paciência

Olá a todos!
Eis a ideia para vocês refletirem ao longo da semana: “oração para pedir a paciência”.

Uma das grandes lutas que todos nós temos de travar é aquela pela paciência. Quantas vezes no dia, quem sabe, perdemos a paciência, deixando de manter a calma e a serenidade?

Para ajudar a todos que têm dificuldade nesse campo, fiz uma oração que podemos repetir quando quisermos; ela nos ajudará a ser cada vez mais pacientes diante das contrariedades desta vida. Ela se encontra também aqui: https://oracaopaciencia.wordpress.com/

Nosso Senhor nos disse: “Pedi e dar-se-vos-á; buscai e achareis”. Portanto, se repetirmos esta oração com frequência, Ele nos concederá essa virtude, que é fundamental para a nossa vida.

* * *

Jesus, manso e humilde de coração, recorro a vós para que eu seja cada vez mais manso e paciente.


Vós, que soubestes suportar com imensa serenidade todas as dores e contrariedades da vossa vida, ajudai-me a seguir os vossos passos. Vós, que, no alto da cruz, padecendo o maior suplício humano não abristes a boca para manifestar nenhuma queixa, ensinai-me a abraçar as cruzes da minha vida com ânimo sereno.


Senhor, dai-me a paciência:

– para saber suportar com serenidade a dor;
– para saber suportar com ânimo sereno os defeitos e as limitações das pessoas que conheço;
– para levar com alegria uma doença;
– para saber suportar serenamente o excesso de trabalho e a falta de tempo;
– para saber suportar com ânimo sereno todas as demoras de soluções importantes que estou aguardando;
– para saber suportar com galhardia todos os tipos de contrariedades que possam sobrevir na minha vida.

Senhor, ajudai-me:

–  a perceber que, por trás de toda dor e de todo sofrimento, está a vossa mão amorosa desejando lapidar a minha alma para torná-la mais semelhante à vossa;
– a perceber que a cruz me amadurece, me torna mais rico, mais capaz de suportar os grandes reveses desta vida;
– a entender que a cruz não faz vítimas, mas faz santos;
– a compreender que, por outro lado, ao não saber carregá-la, me torno imaturo, infeliz, vazio e frágil; perco a alegria e a paz e tiro a alegria e a paz das pessoas que vivem à minha volta.

Senhor, que eu nunca me esqueça também de que a paciência é fruto do Espírito Santo. Portanto, peço a vós, Espírito Santo, que me ajudeis a crescer a cada dia nessa virtude, cujos frutos são incontáveis. Assim seja! Amém!

* * *

Uma santa semana a todos!

Padre Paulo