Esposas e maridos irresistíveis

Olá a todos!
Eis a ideia para vocês refletirem ao longo da semana: “esposas e maridos irresistíveis”.

Há algumas semanas, publiquei um artigo com o título acima que reproduzia as ideias de Willard Harvey Jr., um americano que se baseou num estudo estatístico, no qual aponta as qualidades que os maridos mais desejam em sua esposa.

Como o texto foi redigido em forma esquemática e com poucas palavras, pode ter passado a ideia de uma esposa dos anos 50, período em que as mulheres quase não trabalhavam fora de casa e eram submissas ao marido. Penso que não é esse o tipo de esposa que os maridos desejam hoje, segundo os resultados da análise estatística de Harvey Jr. Tem sido uma grande conquista das últimas décadas a destruição da postura machista, e penso que os homens de bom senso veem nisso um grande bem. O cristianismo, por exemplo, desde sempre afirmou a igualdade na dignidade do homem e da mulher.

Mas, sendo este um tema muito interessante – pensar no que torna uma esposa irresistível e também no que torna um marido irresistível –, quis escrever a minha opinião a respeito, baseada no trabalho de direção espiritual que faço há quase 25 anos com homens e mulheres.

A primeira coisa que precisamos dizer é que a psicologia masculina é bem diferente da feminina. Se não partirmos dessa verdade, não haverá razão para falar de esposa irresistível e marido irresistível, e sim de cônjuge irresistível. Devido a essa diferença de psicologia, as qualidades que um marido mais espera numa esposa divergem das que ela espera dele. Diferentes psicologias geram diferentes necessidades e expectativas.

Em virtude de sua psicologia, podemos dizer que os maridos esperam encontrar determinadas qualidades em sua esposa e também gostariam que a esposa atendesse a certas necessidades suas. E vice-versa. Dessa forma, uma esposa irresistível é aquela que possui as qualidades que o marido mais deseja encontrar numa companheira e que proporcione a satisfação de suas necessidades mais prementes.

A maior necessidade humana é o amor. É muito bom saber disso, porque nenhuma esposa é perfeita, assim como nenhum marido. Mas todos nós podemos dar amor. Também podemos dizer que uma pessoa evoluída é aquela que está mais preocupada em dar amor do que em receber amor. Isso alivia a “carga” de ter de agradar ao outro cônjuge, mas não exclui o empenho do marido nem da esposa de se esforçarem para ser irresistíveis, pois essa é uma atitude natural de quem ama alguém: querer agradá-lo.

PRIMEIRA QUALIDADE: AMOR

Uma esposa irresistível, na minha opinião, é aquela que, em primeiro lugar, ama o seu marido e dá a vida por ele. Um marido irresistível é aquele que ama a sua esposa e dá a vida por ela.

SEGUNDA QUALIDADE: QUANTO À EXPRESSÃO CORPORAL DO AMOR

Por sua psicologia, as mulheres sentem mais necessidade de manifestações concretas de afeto: receber beijos, abraços, ganhar flores, elogios, ouvir que são amadas. Assim, um marido irresistível é alguém que, mesmo não tendo natural inclinação para a afetuosidade, se esforça para dar afeto à sua esposa, de tal maneira que nem passe pela cabeça da esposa a vontade de encontrar afeto fora do casamento. Por outro lado, os homens são mais carnais e sentem muita necessidade da parte sexual no casamento. Assim, uma esposa irresistível é aquela que, mesmo não encontrando muito sentido nisso, se esforça para agradar o marido nesse campo, de tal maneira que nem passe pela cabeça dele satisfazer essa necessidade fora do casamento.

TERCEIRA QUALIDADE: QUANTO AO DESCANSO

Por sua psicologia, os homens se desestressam deixando o cérebro num nível letárgico. É por isso que gostam de ficar diante da televisão mudando de canal ou assistindo a um filme de pancadaria que não requer que pensem em nada; é por isso que gostam de assistir a jogos esportivos ou de pescar. É também por isso que, ao chegar à casa depois de um dia estressante de trabalho, não gostam de ficar ouvindo muitas conversas ou problemas. Por outro lado, as mulheres se desestressam falando dos seus problemas e aflições. Aqui costuma haver um nó nos casais, pois as mulheres querem que o marido seja um bom ouvinte e o marido quer ficar na sua bolha letárgica. Os maridos e as esposas irresistíveis serão aqueles que vão se esforçar cada um na sua parte para que os dois possam descansar respeitando a psicologia de cada um.

QUARTA QUALIDADE: QUANTO À INSEGURANÇA

Tanto os homens quanto as mulheres são inseguros, mas os maridos procuram um tipo de segurança em sua esposa, e as mulheres, outro tipo de segurança. As mulheres esperam que o marido seja seu apoio. Elas se sentem seguras se o marido é seguro: se é bem resolvido por dentro, como pessoa, e bem resolvido por fora, quanto ao aspecto profissional e financeiro. Por outro lado, os maridos sentem necessidade que sua esposa os apoie, que tenha admiração pelas coisas que fazem. Nesse sentido, uma das coisas piores que pode acontecer ao casal é a competição. A competição mina o apoio de um e de outro.
Quanto à valorização como pessoa e aos elogios, as mulheres, em geral, têm mais necessidade de recebê-los do que os homens. Também, em geral, as mulheres têm mais necessidade de transparência por parte do marido na relação com as pessoas de outro sexo do que os homens quanto a este aspecto.
Falando ainda em segurança no casal, os filhos trazem muita segurança para o laço familiar. E solidifica ainda mais quando marido e esposa estão alinhados quanto à educação da prole.

QUINTA QUALIDADE: UNIÃO A DEUS

Todo homem admira muito uma esposa que tem fé e se apoia em Deus. Igualmente, toda esposa admira muito um homem que tem fé e se apoia em Deus. A fé e o apoio em Deus dão muita segurança ao casamento. E ambos sabem disso. A fé e o apoio em Deus trazem inúmeros bens para o casal. Como por natureza os homens são mais autossuficientes, quando um homem passa a acreditar em Deus e a praticar a fé, isso dá muita segurança e alegria à esposa.

Que estas ideias sirvam para estimular o surgimento de muitos e muitos maridos e esposas irresistíveis, e que o casamento e a família se tornem muito mais fortes e saudáveis e fonte de muitas e muitas alegrias.

Uma semana abençoada a todos!

Padre Paulo