A importância do sorriso

Olá a todos!

Eis a ideia para vocês refletirem ao longo da semana: “a importância do sorriso”.

Pena que o tema da mensagem já esteja acima, como costumo fazer. Se não estivesse, seria bom que esta mensagem começasse com o texto abaixo, que li numa ocasião, para que vocês adivinhassem a que ele está se referindo.

Vejamos o texto:

– Não custa nada e rende muito.

– Enriquece quem o recebe, sem empobrecer quem o dá.

– Dura somente um instante, mas os seus efeitos perduram para sempre.

– Ninguém é tão rico que dele não precise.

– Ninguém é tão pobre que não possa dá-lo a todos.

– Leva a felicidade a todos e a toda parte.

– É símbolo da amizade, da boa vontade, é alento para os desanimados, repouso para os cansados, raio de sol para os entristecidos, ressurreição para os desesperados.

– Não se compra nem se empresta.

– Nenhuma moeda do mundo pode pagar o seu valor.

– Não há ninguém que precise tanto dele quanto aquele que já não sabe oferecê-lo.

– Quando você nasceu, todos sorriram, só você é que chorava. Viva de tal maneira que, quando você morrer, todos chorem e só você sorria.

Que bom seria se o que diz este texto penetrasse em nosso coração!

De fato, o sorriso não custa nada e rende muito, enriquece quem o recebe, seus efeitos são inimagináveis, leva a felicidade a todos e a toda parte etc.

Sabendo desses efeitos tão bons, tão valiosos, é uma pena quando nos deixamos levar pelo mau humor. Não faz bem nem para nós nem para os outros. De fato, a vida é cheia de problemas, as dificuldades aparecem a toda hora, as notícias ruins são mais ou menos constantes, mas nada disso deve tomar conta da nossa alma.

Da nossa parte, temos de ver o sorriso como uma vitória. A vitória sobre tudo aquilo que puxa para baixo. As coisas positivas são muito maiores do que as negativas, mas a força das coisas negativas é muito grande. O sorriso é uma vitória sobre essa força.

No que se refere aos outros, temos de ver o sorriso como uma necessidade. As pessoas “necessitam” do nosso sorriso! Elas são “alimentadas” na felicidade pelo nosso sorriso!

Algumas pessoas pensam que, se estão tristes, seria uma falsidade sorrir. Não devemos pensar assim. Devemos pensar que o sorriso alegra e, consequentemente, nos alegra. Nada melhor do que alegrar os outros para esquecer a nossa tristeza e voltar a sentir alegria.

Devemos nos esforçar para sorrir inclusive para aqueles que nos ofenderam: para o marido, para a esposa, para um irmão etc. A maneira de corrigir alguém não é ficando com a cara fechada, mas rezando e conversando no momento oportuno.

Façamos o esforço de sorrir sempre e começaremos a experimentar a antessala do céu!

Uma santa semana a todos!

Pe. Paulo